top of page

Aumento da ansiedade no Brasil

No dia quatro de junho, o Estadão divulgou uma pesquisa que apontou um crescimento de 30% nos afastamentos do trabalho relacionados a transtornos mentais. Somado a isso, em uma pesquisa com 11 países, o Brasil foi apontado como o líder nos casos de ansiedade, com 63% dos registros. Tendo isto em mente, resolvi escrever este texto para falar com você sobre a ansiedade.

 

A ansiedade pode ser definida como um quadro patológico que provoca no paciente uma preocupação exacerbada sobre situações do cotidiano que podem ser de disparos para sintomas que prejudicam a interação social e o desempenho em público (Ferreira, 2020).

 

No sujeito com ansiedade torna-se frequente a preocupação com diversas situações e o pensamento acelerado. Nesses casos, comumente, surgem sintomas, como por exemplo, fadiga, dificuldades de concentração, irritabilidade, falta de ar, sensação de perigo, aumento ou queda de pressão arterial, mal-estar, entre outros.

 

Diferente do medo que, em geral, liga-se a uma experiência em que conseguimos nomear um objeto, na ansiedade, o objeto começa a não se tornar tão nítido. Na ansiedade não sabemos bem do que temos medo, tem uma certa indeterminação, mas, de algum modo, sabemos algo disso que está para acontecer. Essa ânsia tem a ver com o desejo, com expectativas demais, com o querer muito algo e não saber se vai acontecer, com o não querer muito algo e ter receio que aconteça (Dunker, 2016)

 

Dessa maneira, as situações comuns do cotidiano podem se transformar em ameaças constantes aos sujeitos. Além disso, a ansiedade pode afetar o convívio com outros, já que os sujeitos podem passar a evitar situações de potenciais gatilhos (Ferreira, 2020).

 

A ansiedade também pode ser um resultado de libido contida, seja pelos desejos não realizados, ou pelas experiências traumáticas ocorridas na infância e que se manifestam na fase adulta em forma de sintomas (Ferreira, 2020).

 

Assim, em análise, o primeiro passo é reestabelecer a experiencia psíquica da ansiedade atribuindo um significante, algo simbolizável a experiência vivida, e atuar na subjetivação do desejo (Dunker, 2016) 

 

Ressalto, portanto, que os quadros de ansiedade são tratados e com bons resultados pela psicanálise.

whats.png
bottom of page