top of page

Quem Sou

Das mais variadas maneiras, sujeitos, individual ou coletivamente, evocam e refletem sobre a pergunta: “O que sou?”. Vemos perguntas a esse respeito na filosofia, nas artes e em conversas rotineiras. Enquanto psicanalista não me afasto da ideia de que como sujeitos não possuímos identidades fixas ou estáveis. Nesse precipitado de identificações que sou, que também possuem caráter movente, não costumo restringir detalhamentos ao meu respeito acerca da minha formação e trajetória profissional. No entanto, aqui procurarei falar mais sobre essas informações ao meu respeito.

Sou professora universitária, pesquisadora, psicanalista, co-fundadora do espaço Liebe e apresentadora do podcast “Sujeito Cindido”. Durante minha formação profissional trabalhei em CAPS com portadores de transtornos mentais e dependentes químicos. Atualmente desenvolvo pesquisas acadêmicas, realizo palestras, oficinas e me mantenho atuante na participação e apresentação de trabalhos em congressos nacionais e internacionais. Sou pesquisadora no grupo de pesquisa Observatório da Realidade Organizacional UFSC, onde desenvolvo pesquisas voltadas, especialmente, aos temas: estudos organizacionais, trabalho, discurso e psicanálise. Além disso, trabalho com orientação de alunos em trabalhos acadêmicos, revisão de artigos para revistas científicas e congressos, e, desenvolvo conteúdos acadêmicos para universidades

Muitas dessas experiências que se juntam a minha prática clínica, foram possibilitadas pela minha trajetória acadêmica na pós-graduação. Sou mestre e doutora pela Universidade Federal de Santa Catarina. Fiz meu processo de formação em psicanálise pelo Instituto Maiêutica Florianópolis,
um dos mais tradicionais institutos do país, fundado em 1984, graduação na FMP e estou em uma segunda graduação, em psicologia, na Faculdade de Americana. Na clínica tenho atuado com atendimentos on-line e presenciais, especialmente, com adultos. Contudo, também atendo adolescentes. Com intuito de transmitir a psicanálise e pesquisas acadêmicas em outros espaços, tenho atuado nas redes sociais elaborando materiais produzidos por conta da minha formação continuada em psicanálise. Afinal, o reconhecimento e a prática do tripé da psicanalise é uma defesa e busca pessoal.

Para saber mais sobre minha trajetória profissional acesse meu Currículo Lattes abaixo:

lattes.png
whats.png
bottom of page